Balneário Camboriú recebe Selo Responsabilidade Cultural

Foto divulgação

Pelos projetos e ações que valorizaram a cultura nos últimos cinco anos, principalmente durante a pandemia de Covid-19, Balneário Camboriú recebeu o Selo Responsabilidade Cultural em Brasília na noite de segunda-feira (13).

O selo foi concedido pela Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação (ANCEC) a dez cidades brasileiras que mais investiram em cultura. Balneário Camboriú foi a única de Santa Catarina com esse reconhecimento.

Presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC), Denize Leite representou o Município na solenidade de entrega do selo. “Quando todos os municípios estavam focados em ações de saúde na pandemia, Balneário Camboriú estava voltado também para resolver os problemas dos impactos da pandemia na cultura”, disse Denize no evento.

Em 2020 e boa parte de 2021, a FCBC desenvolveu ações direcionadas a artistas e produtores culturais, uma das classes mais afetadas economicamente pelo isolamento social imposto pela Covid-19.

Fundação Cultural lançou ações para movimentar a cultura no período de pandemia

No início da pandemia, um censo cultural identificou as necessidades dos artistas. Com isso, famílias ligadas ao setor que enfrentaram dificuldades financeiras receberam alimentos.

Um pacote de fomento, batizado de “Cultura BC Inspira”, surgiu em maio de 2020 para estimular atividades culturais e geração de renda a artistas. Uma das ações foi a disponibilização dos equipamentos, estrutura e técnicos do Teatro Municipal Bruno Nitz para os produtores culturais fazerem lives, podcasts e cursos. Também foi criado um hotsite para que feirantes, artesãos e artistas em geral divulgassem seus trabalhos, como se estivessem em uma feira, só que on-line. Além disso, a Fundação Cultural promoveu lives semanais nas redes sociais da Prefeitura, com artistas credenciados pelo Município, os quais foram remunerados.